kim10

Polícia francesa suspeita que seguranças de Kim Kardashian estejam envolvidos em assalto

As autoridades francesas estão trabalhando com a possibilidade de integrantes do staff de Kim Kardashian estarem envolvidos de alguma forma com o assalto a mão armado contra a celebridade em Paris no último domingo. Uma fonte próxima à socialite revelou a informação ao jornal New York Post: “Eles suspeitam que os ladrões tenham tido algum contato prévio com os seguranças da Kim, que teriam dado possíveis dicas de brechas no acesso a ela. Eles sabiam que a Kim estava sozinha no quarto e não é a primeira vez que isso acontece”.

Segundo o contato da publicação, ainda há a possibilidade do crime ter sido arquitetado por funcionários de uma equipe de segurança de Kim que trabalhou com ela em uma viagem prévia a Paris. No instante do assalto, o segurança pessoal da celebridade estava na companhia de Kourtney e Kendall Kardashian, apesar de questionado pela polícia local ele não está entre os suspeitos da polícia francesa. As autoridades locais informaram que os ladrões fugiram de bicicleta com o equivalente a mais de 28 milhões de reais em jóias.

O site especializado na vida de celebridades TMZ noticiou que mesmo as irmãs e a mãe de Kim estariam desconfiadas do fácil acesso dos ladrões aos cômodos do hotel. Elas teriam inclusive explicitado as suspeitas de algo planejado às autoridades parisienses.

O crime teria sido gravado pelas câmeras de segurança do hotel, mas os vídeos ainda não foram divulgados ao público. Na avaliação de um especialista consultado pelo jornal britânico The Mirror, as atualizações constantes de Kim sobre sua rotina nas redes sociais podem ter contribuído para a ação dos criminosos. Ainda segundo a fonte do jornal, é provável que os itens roubados já tenham sido derretidas ou desmontadas para venda no mercado paralelo.

Comentários

comments

Deixar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *